Renata Rimet

Inspiração guardada não respira, verso é vício e vice versa...

Textos


Modo de uso e a vida a dois

     Ambos ali na cozinha, sentados para o desjejum, como tantos em muitos anos de convivência, e entre um passar de manteiga  e um gole de café, eis que surge o questionamento, em tom de mágoa, por acreditar não ter atendido o desejo de sua companheira.  - Por que você nunca abriu o basculante ?
     O espanto da esposa que por pouco não entornou a xícara de café  foi grande, o questionamento soou inusitado, incrédula, explica que seus planos eram sentar à mesa  e contemplar os raios de sol em contraste com o colorido do vitral, e jamais pensou  em abri-lo.


Crônicas 100 palavras
6/100

 
 
 
Renata Rimet
Enviado por Renata Rimet em 05/08/2017
Alterado em 05/08/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras